Logo IEPG Pós-Graduação

Blog

RD Summit: principais impressões voltadas para a área

Nos dias 03 e 04 de novembro aconteceu o maior evento de marketing e vendas do Brasil. O evento é realizado pela Resultados Digitais, empresa referência em automação de marketing. Em dois dias de total imersão, o evento contou com nomes de peso como Ricardo Amorim e Martha Gabriel.

Acompanhando os keynotes promovidos por grandes pensadores como estes, conseguimos um panorama de como está a situação voltada para os negócios e por meio disso quais as previsões para o marketing e vendas, a nível nacional e mundial.

O economista Ricardo Amorim (da Ricam) prevê que 2017 deve ser o inicio de um ciclo de recuperação econômico que irá se sustentar nos próximos anos, a medida em que a inflação deve cair. A queda da inflação influencia na queda da taxa de juros, que por sua vez faz com que o crédito volte. A volta do crédito aumenta o consumo, o investimento e gera um circulo virtuoso. Mas para que tudo isso aconteça, é necessário que o governo continue com os ajustes das constas públicas. Com tudo isso acontecendo, entramos em um cenário aonde as surpresas passam a ser positivas e não mais negativas como vinham sendo nos últimos anos.

Os economistas acreditam que para o ano que vem, o PIB irá crescer 1,3%  em média.
Ricardo nos lembra que a hora de aproveitar é antes do acontecimento. Quando todos percebem a oportunidade, ela deixa de ser valiosa.

Sempre que uma crise acontece, é lógico que com o tempo o mercado volta a crescer. Existem grandes chaves dentro da questão política que fazem o Brasil acelerar ou diminuir seu crescimento. As crises podem se tornar oportunidade a partir do momento em que você está preparado para empreender. Airbnb e Uber foram empresas que começaram em meio a crise, por uma necessidade de retenção de dinheiro e hoje são potências mundiais.


Martha Gabriel: não foque no problema, mas sim na solução dele.
Com essa frase, Martha ensina que cometemos um erro enorme ao dar tanta atenção para o problema, o que de fato acontece. Passamos muito tempo imaginando o problema, suas possíveis causas, seus possíveis efeitos enquanto poderíamos ir direto ao ponto: pensar na solução. Devemos então passar o mínimo de tempo pensando no problema e o máximo pensando em como vamos sair do ponto A e chegar ao B.


O que profissionais e empreendedores da área da saúde podem concluir com isso?
Conclui-se que em 2017 as coisas devem começar a voltar ao normal. Mas que o tempo de colocar os projetos em prática é agora. É tempo de repensar as soluções de forma inteligente, soluções que possam ser oferecidas em grande escala para diversas pessoas. Pense em mercados inexplorados, como fizeram os idealizadores do Uber e do airbnb. Traga um novo produto para o mercado e torne-se referencia no segmento de forma natural.


Pare por um momento e pense: o que o meu negócio propõe de valor diferencial? quais as dores dos meus clientes?
Com certeza alguma ideia deve surgir, então registre essa ideia em um papel ou no bloco de notas do seu celular e a desenvolva até que se torne um projeto bem elaborado. Tendo isso pronto, inicie sua execução o quanto antes, porque o mercado precisa de novos produtos e você pode ser o inventor de um deles.

VOLTAR

Parceiros