Logo IEPG Pós-Graduação

Blog

Gestão hospitalar: desafios e oportunidades profissionais

Realizar a gestão hospitalar significa gerenciar sistemas de saúde, processos, pessoas, materiais e equipamentos. Dentro dessa função, também cabe realizar o planejamento e o controle de compras, supervisão de contratos e convênios, diagnostico e solução de problemas técnico administrativos, o desenvolvimento e a aplicação de processos nessas unidades.


Os maiores desafios do profissional dentro da gestão hospitalar são:

Gestão de pessoas: a gestão de recursos humanos, em respeito não somente a área operacional em si mas também na área tecnológica, na formação de especialistas de diferentes áreas. Uma grande dificuldade é a velocidade com a qual essas pessoas precisam atualizar seus conhecimentos. Investimentos em educação continuada dos colaboradores são, antes de um desafio, um compromisso com a qualidade.

Acompanhar as demandas e as tendências mundiais: essa não é uma tarefa fácil. Existe uma necessidade de estar sempre por dentro de tudo que é positivo e implantar as ideias possíveis e amadurecidas no seu hospital. Os pacientes necessitam de tecnologia aprimorada e de profissionais qualificados para que saibam operar as novas tecnologias.

Os dois problemas se juntam: a solução está dentro de como você irá equacionar os elementos. A gestão de pessoas tem um custo fixo. A gesta de novas tecnologias, que geralmente são importadas também geram custo, que pode variar. É necessário prever os dois, dentro do planejamento, para desenvolver visão sistemática e solucionar possíveis problemas de forma criativa, panorâmica, com o menor custo possível e de forma coerente.


Como realizar uma boa gestão e fazer com que seu hospital se destaque?

É comum que alguns hospitais possuam tecnologias muito semelhantes. Mesmo dentro dessa condição, alguns se sobressaem. Isto é ter "algo a mais": trabalhar os diferenciais do hospital destacam a sua gestão ante os clientes e os colaboradores.

Para começar, alinhe o atendimento. Este fator é muito importante ante qualquer emocional desequilibrado em novos atendimentos do hospital. É evidente a importância de um profissional devidamente preparado para realizar as funções de recepção, triagem e atendimento prévio.

Para ser um bom gestor hospitalar é necessário entender que o hospital também é uma empresa, só que muito diferente de todas as outras. Pra começar, é uma organização que envolve a saúde física e mental e o bem-estar das pessoas, também funciona 365 dias por ano, 24 horas por dia e isso é inevitável.

Uma boa gestão deve englobar os ativos, o conhecimento, os recursos humanos e o marketing a partir do planejamento estratégico. Mesmo assim, os problemas na área da saúde acontecem de forma independente ao planejamento da rede hospitalar. O gestor deve ter conhecimento prévio sobre a área da saúde para tomar decisões rápidas e eficazes, uma vez que sistemas de saúde implicam na vida e no bem-estar das pessoas. Portanto, é recomendado vivência dentro da área, algo que alimentará bastante a capacidade de resposta e rendimento do profissional.

VOLTAR

Parceiros